top of page

Repórter do Futuro: módulo Correspondentes da Cidadania recebe inscrições até 26 de março



Novo módulo do Projeto Repórter do Futuro conta com a parceria da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) e apoio da Abraji. Os encontros são presenciais e acontecem de 30 de março a 13 de julho, sempre às quintas-feiras. Confira a programação!


As inscrições para o novo módulo do Projeto Repórter do Futuro seguem abertas até 26 de março. O curso, gratuito, é uma realização conjunta da OBORÉ, do Instituto de Pesquisa, Formação e Difusão de Políticas Públicas e Sociais (IPFD) e da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), e conta com o apoio da Abraji.


Os encontros serão realizados em formato presencial, de março a julho, às quintas-feiras. A abertura será no dia 30 de março, com a presença confirmada da Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, Soninha Francine.


Este módulo foi especialmente desenhado no âmbito do Projeto Repórter do Futuro para colaborar com a promoção e o reconhecimento das diversas estruturas, competências e estratégias da política municipal de Direitos Humanos e sua rede de serviços.


A ação proposta visa colaborar na disseminação de informações sobre a rede de serviços, assim como a cultura dos Direitos Humanos, respondendo ao desafio disposto no Plano Municipal de Educação em Direitos Humanos – PMEDH (DECRETO Nº 57.503 DE 6 DE DEZEMBRO DE 2016).


Serão realizados 14 encontros de formação (presenciais, às quintas-feiras) baseados em palestras seguidas de entrevistas coletivas. Os participantes integrarão uma redação-laboratório que dará a oportunidade de vivência na produção e distribuição de conteúdo jornalístico.


Além disso, ao final do curso, os estudantes serão estimulados a trabalhar em grupos, a elaborar pautas e desenvolver reportagens na forma de texto, áudio, vídeo e outras peças multimídia. Essas produções serão divulgadas nos sites e redes das instituições promotoras e reunidas em uma publicação digital (e-book) juntamente com o registro das atividades do módulo para fins de divulgação pública.


Quem pode participar?


Estudantes de graduação e recém-formados em Comunicação - Jornalismo, Multimídia, Audiovisual, Educomunicação, Relações Públicas, Publicidade e Propaganda e afins, em especial (mas não só). Terão preferência alunos e alunas que tenham acesso à cidade de São Paulo, garantindo, assim, a presença durante os encontros de formação e nas atividades práticas.


São 100 vagas. O curso é gratuito e exige comprometimento e responsabilidade.


Como funciona?


O Projeto Repórter do Futuro, por tradição, trabalha com o conceito de sala de aula invertida - metodologia ativa de ensino-aprendizagem em que o estudante é protagonista de seu próprio trajeto de construção de conhecimento. Com isso, a metodologia se apoia no compartilhamento de uma bibliografia básica que deve ser acessada e estudada antes de cada encontro.


Serão 14 os encontros entre estudantes de graduação, jovens repórteres em formação e representantes das diversas estruturas da SMDHC e da Rede de Serviços da SMDHC. Esta ação será realizada de maneira dinâmica, em pontos de referência da rede municipal, para que todos tenham experiências diversas acerca das temáticas abordadas. Sempre presencialmente, às quintas-feiras.


A dinâmica de cada encontro consiste em: exposição livre do convidado, no estilo das tradicionais conferências de imprensa, seguidas de entrevista coletiva (perguntas dos participantes ao palestrante) e avaliação final de cada encontro na qual são discutidas as pautas possíveis de serem trabalhadas em futuras reportagens.


Durante todo o processo de formação, contaremos com uma redação-laboratório, em que todos os participantes do curso, de maneira rotativa, produzirão conteúdos. Aqui, os participantes serão divididos em grupos e produzirão conteúdos diversos acerca de cada encontro, com prazo de até 3 dias de entrega (domingos, às 23h). Cada participante atuará em ao menos uma ação/função da redação-laboratório durante o curso, garantindo a experiência para todos e não sobrecarregando ninguém.


Durante o curso, os participantes também terão acompanhamento individualizado para seguirem com as suas produções e trabalho final, que deve ser um conteúdo jornalístico publicável, independente do formato. Exemplos: campanha para redes sociais (com textos e imagens); entrevista ou série; videodocumentário; podcast; conteúdo multimídia, dentre outros. Este trabalho pode ser realizado de maneira individual ou coletiva, em grupos de até 3 pessoas.


OBS: As produções em formato audiovisual de até 16 minutos poderão ser veiculadas no programa semanal ‘Repórter do Futuro’ que vai ao ar toda segunda-feira às 16h30 na RedeCamaraSP – fruto da parceria com a TV Câmara e Escola do Parlamento da CMSP. (Programação: https://www.saopaulo.sp.leg.br/redecamara/programacao/ Assista ao vivo: https://www.saopaulo.sp.leg.br/redecamara/)


Em tempo: todos os participantes do curso serão certificados em dois modelos: pela participação nos encontros e pelas atividades de campo para conclusão do trabalho final.


O que se espera?


Desempenho e comprometimento individual e coletivo. O Projeto Repórter do Futuro não estimula a competição, mas sim a colaboração. Com isso, a medida de aprendizado é de caráter individual e se estabelece na relação com cada estudante e a forma com que cada um entra e como cada um sai do curso.


Para isso, contamos que todos os participantes selem compromisso com as tarefas propostas, tais como:

  • Leitura e acesso da bibliografia básica compartilhada;

  • Estudo prévio a cada encontro das temáticas a serem abordadas;

  • Comprometimento e participação das tarefas, desde a redação-laboratório, até a produção e realização do trabalho final;

  • Presença nos encontros de formação.


Como trabalhamos?


Toda a organização e gestão do projeto é concentrada na plataforma Google Drive, tornando o trabalho mais dinâmico, rápido, colaborativo e compartilhável. Os links serão gerados e compartilhados com todos durante o processo.


Para as comunicações iniciais acerca das inscrições, participação, ausência ou assuntos pontuais, em diálogo, contaremos com o contato@ipfd.org.br. Se atentem a ele e verifiquem seus SPAM com frequência!


Dando início ao curso, nosso canal principal de compartilhamento de informações, conteúdos e tarefas, será um grupo de whatsapp. Até a etapa de entrega final dos trabalhos, este grupo será fechado, cabendo apenas à coordenação o compartilhamento de informações. Após esta etapa, o grupo será aberto a todos os participantes.


Com isso, todos devem manter seus contatos atualizados, tanto e-mail quanto número de celular.



Cronograma


Inscrições: até 26 de março.


Encontros (presenciais, sempre às quintas-feiras):

  • 30/3, das 14h às 17h;

  • 6/4, das 9h às 12h;

  • 13/4, das 9h às 12h;

  • 20/4, das 9h às 12h;

  • 27/4, das 14h às 17h;

  • 4/5, das 9h às 12h;

  • 11/5, das 14h às 17h;

  • 18/5, das 14h às 17h;

  • 25/5, das 9h às 12h;

  • 1/6, das 9h às 12h;

  • 15/6, das 14h às 17h;

  • 22/6, das 9h às 12h;

  • 6/7, das 14h às 17h;

  • 13/7, das 9h às 12h.

(programação prévia, suscetível à alterações)


Redação-laboratório: concomitante aos encontros de formação, de março a julho.


Trabalho final: entrega em 30 de setembro.


Publicação e lançamento do e-book: novembro de 2023.


Fique de olho em nossas redes sociais, outros cursos estarão com inscrições abertas em breve!




21 visualizações
bottom of page