top of page

Correspondentes da Cidadania recebe inscrições até 21 de maio

Novo módulo do Projeto Repórter do Futuro dedica-se a conhecer a estrutura e a rede de serviços em Direitos Humanos disponível na cidade de São Paulo. Confira a programação, agora adaptada ao formato híbrido. Vem com a gente!



As inscrições para o novo módulo do Projeto Repórter do Futuro seguem abertas até 21 de maio (domingo). O curso, gratuito, é uma realização conjunta da OBORÉ, do Instituto de Pesquisa, Formação e Difusão de Políticas Públicas e Sociais (IPFD) e da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), e conta com o apoio da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji).


Este módulo foi especialmente desenhado para possibilitar aos participantes conhecerem as diversas estruturas, competências e estratégias da política municipal de Direitos Humanos e sua rede de serviços na cidade. Com isso, esperamos que, ao final do curso, todos estejam mais bem informados e habilitados a pensar pautas e a produzir reportagens e outros materiais de comunicação considerando as boas práticas do jornalismo e as especificidades das temáticas e questões que envolvem os Direitos Humanos.


Os encontros serão sob a forma de palestras seguidas de entrevistas coletivas e visitas a equipamentos públicos. Os estudantes serão estimulados a trabalhar em grupos, a elaborar pautas, realizar entrevistas e desenvolver reportagens em formatos variados - texto, áudio, vídeo ou multimídia. Essas produções serão divulgadas nos sites e redes das instituições promotoras e estarão reunidas em uma publicação digital (e-book) dedicada ao registro do curso.


Importante: os encontros presenciais não terão cobertura/transmissão online. Portanto, atente-se a este aspecto ao se inscrever no curso.


Quem pode participar?


Estudantes de graduação e recém-formados em Comunicação - Jornalismo, Multimídia, Audiovisual, Educomunicação, Relações Públicas, Publicidade e Propaganda e afins, em especial (mas não só). Terão preferência alunos e alunas que residam ou tenham acesso à cidade de São Paulo, garantindo, assim, a presença durante os encontros de formação e nas atividades práticas.


São 100 vagas. O curso é gratuito e exige comprometimento e responsabilidade.


Sobre os Encontros


O Projeto Repórter do Futuro, por tradição, trabalha com o conceito de sala de aula invertida - metodologia ativa de ensino-aprendizagem em que o estudante é protagonista de seu próprio trajeto de construção de conhecimento. Com isso, a metodologia se apoia no compartilhamento de uma bibliografia básica que deve ser acessada e estudada antes de cada encontro.


O curso se desenvolverá em 6 encontros gerais, aos sábados, alguns em formato virtual e outros em formato presencial. A abertura será com jornalistas no dia 27 de maio, sábado, em dois momentos: manhã e tarde, em formato virtual. Nesse momento os participantes serão organizados em grupos de estudos e de trabalho.


No dia 3 de junho, pela manhã, o encontro será presencial com a Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, Soninha Francine.


Já no dia 17 de junho, pela manhã, contaremos com a presença de Alcyr Barbin Neto, Ouvidor de Direitos Humanos da nossa cidade.


Os três últimos encontros gerais serão nos dias 24 de junho e 8 e 15 de julho, sábados pela manhã, em formato virtual. Neles serão compartilhadas as experiências dos grupos de estudo / trabalho nas entrevistas com as coordenações dos departamentos da Secretaria. Explicamos abaixo!


Encontros temáticos em grupos


Os encontros temáticos acontecerão durante os dias 5 e 16 junho, em datas e horários pré-definidos e compartilhados com cada grupo. de estudo / trabalho.


Serão 12 no total, contemplando as diversas áreas e coordenações temáticas da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania.


Esta ação será realizada presencialmente, de maneira dinâmica, na sede da Secretaria ou em pontos de referência da rede municipal, e em horários pré-definidos para que todos tenham condições de organizar a participação sem colidir com as atividades escolares, de estágio e/ou profissionais.


Todos deverão participar de ao menos um dos encontros, garantindo assim a assiduidade no curso e a futura troca de experiências.


Estes encontros acontecerão sob a forma de palestra/ entrevista coletiva e deverão ser registrados pelos integrantes do grupo presente na coletiva,. Vale lembrar que esse mesmo grupo ficará responsável por apresentar os principais aspectos da entrevista aos demais colegas de curso, nos encontros gerais presenciais dos dias 24/6, 8/7 e 15/7.


Reportagem final


Durante o curso, os participantes também terão acompanhamento individualizado para seguirem com as suas produções e/ou reportagem final, que deve ser um conteúdo jornalístico publicável, independente do formato. Exemplos: campanha para redes sociais (com textos e imagens); entrevista ou série; videodocumentário; podcast; conteúdo multimídia, dentre outros. Este trabalho pode ser realizado de maneira individual ou coletiva, em grupos de até 3 pessoas.


OBS: Grupos que optarem por produções realizadas em formato audiovisual deverão considerar o limite de até 16 minutos e uso de trilha branca. Isso porque tais peças poderão ser veiculadas no programa semanal ‘Repórter do Futuro’ que vai ao ar toda segunda-feira às 16h30 na RedeCamaraSP – fruto da parceria da OBORÉ com a TV Câmara e Escola do Parlamento da CMSP. (Programação: https://www.saopaulo.sp.leg.br/redecamara/programacao/ Assista ao vivo: https://www.saopaulo.sp.leg.br/redecamara/)


Em tempo: todos os participantes do curso serão certificados em dois modelos: pela participação nos encontros e pelas atividades de campo para conclusão da reportagem final.


O que se espera?


Desempenho e comprometimento individual e coletivo. O Projeto Repórter do Futuro não estimula a competição, mas sim a colaboração. Com isso, a medida de aprendizado é de caráter individual e se estabelece na relação com cada estudante e na forma com que cada um entra e sai do curso.


Para isso, contamos que todos os participantes estabeleçam compromisso com as tarefas propostas, tais como:

  • Leitura da bibliografia básica compartilhada;

  • Estudo prévio das temáticas a serem abordadas a cada encontro;

  • Comprometimento e participação nas tarefas do curso - desde os encontros, até a produção e realização do trabalho final;

  • Presença nos encontros gerais, temáticos e de orientação técnica.

Como trabalhamos?


Toda a organização e gestão do projeto é concentrada na plataforma Google Drive, tornando o trabalho mais dinâmico, rápido, colaborativo e compartilhável. Os links serão gerados e compartilhados com todos durante o processo.


Para as comunicações iniciais acerca das inscrições, participação, ausência ou assuntos pontuais, em diálogo, contaremos com o contato@ipfd.org.br. Se atentem a ele e verifiquem seus SPAM com frequência!


Dando início ao curso, nosso canal principal de compartilhamento de informações, conteúdos e tarefas, será um grupo de whatsapp. Até a etapa de entrega final dos trabalhos, este grupo será fechado, cabendo apenas à coordenação o compartilhamento de informações. Após esta etapa, o grupo será aberto a todos os participantes.


Com isso, todos devem manter seus contatos atualizados, tanto e-mail quanto número de celular.



Cronograma


Inscrições: até 21 de maio.

Encontros gerais (sábados):

  • 27/5 - Encontro com jornalistas convidados sobre cobertura de temas envolvendo Direitos Humanos | Manhã e tarde (virtual)

  • 3/6 - Encontro com a Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania Soninha Francine | Manhã (presencial)

  • 17/6 - Encontro com Alcyr Barbin Neto, Ouvidor de Direitos Humanos | Manhã (presencial)

  • 24 de junho; 8 e 15 de julho - Encontros de apresentação e trocas de experiências, discussão de pautas e subsídios para as reportagens finais | Manhã (virtual)

Encontros temáticos em grupos: de 5 a 16 de junho, em datas e horários a serem compartilhados previamente com os grupos (presencial)

Temas: LGBTI; Pessoa Idosa; Pessoas Desaparecidas; Imigrantes; Promoção do Trabalho Decente; Criança e Adolescente; Povos Indígenas; Drogas; População em Situação de Rua; Mulheres; Juventude; Promoção da Igualdade Racial; Educação em Direitos Humanos; Participação Social; Egressos.

Reportagem final (individual ou em grupos): entrega em 15 de setembro.

Publicação e lançamento do e-book: novembro de 2023.



Fique de olho em nossas redes sociais, outros cursos estarão com inscrições abertas em breve! site. facebook. instagram. youtube. twitter

5 visualizações

Comments


bottom of page