top of page

Correspondentes da Cidadania ganha versão ebook com o registro das produções feitas ao longo do módulo

Material lançado em evento no dia 4 de dezembro, na Biblioteca Municipal Mário de Andrade, registra o percurso teórico e prático do módulo, assim como dá acesso às 19 produções dos estudantes e recém-formados que se dedicaram a entender a estrutura e a rede de serviços da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo.


A OBORÉ tem o prazer de anunciar o lançamento do ebook Correspondentes da Cidadania, fruto do módulo do Projeto Repórter do Futuro desenvolvido pela OBORÉ em parceria com o Instituto de Pesquisa e Formação em Políticas Públicas e Sociais (IPFD) e Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo (SMDHC-SP) e apoio da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo – Abraji.



O Módulo Correspondentes da Cidadania contou com encontros gerais, em que os participantes tiveram a oportunidade de interagir com a Secretária de Direitos Humanos Soninha Francine e o Ouvidor da Secretaria Alcyr Barbin Neto. E encontros temáticos com os responsáveis pelas 17 coordenações da SMDHC a fim de que os participantes pudessem conhecer a rede de serviços de Direitos Humanos e os equipamentos públicos disponíveis na cidade de São Paulo.


Durante o percurso, os 131 inscritos foram estimulados a trabalhar em grupos, a elaborar pautas, realizar entrevistas e desenvolver reportagens em formatos variados - texto, áudio, vídeo ou multimídia. As 19 produções finais de autoria de 38 estudantes e recém-formados participantes das atividades de campo estão registrados neste ebook. Além disso, as peças audiovisuais integrarão a grade do Programa Repórter do Futuro na Rede Câmara, cuja segunda temporada estreou no último dia 27 de novembro. Veja nota aqui!


Vale destacar que o curso foi especialmente desenhado no âmbito do Projeto Repórter do Futuro para colaborar com a promoção e o reconhecimento das diversas estruturas, competências e estratégias da política municipal de Direitos Humanos e sua rede de serviços. A ação proposta, ao buscar valorizar e promover o reconhecimento das diversas estruturas, competências e estratégias da política municipal de direitos humanos, colabora na disseminação de informações sobre a rede de serviços, assim como a cultura dos direitos humanos, respondendo ao desafio disposto no Plano Municipal de Educação em Direitos Humanos – PMEDH (DECRETO Nº 57.503 DE 6 DE DEZEMBRO DE 2016).


Por Thaís Manhães.

1 visualização
bottom of page